Social
Gui Menezes: Obras de proteção do Forte de São Sebastião e do Reduto da Patrulha, na Horta, deverão arrancar este ano

Gui Menezes: Obras de proteção do Forte de São Sebastião e do Reduto da Patrulha, na Horta, deverão arrancar este ano

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia salientou hoje, na Horta, que, “das 19 intervenções previstas para a orla costeira da ilha do Faial, devido aos estragos provocados pelo furacão Lorenzo, 11 já foram concluídas”.

Gui Menezes falava na apresentação dos projetos de reforço de proteção costeira e recuperação do Forte de São Sebastião e do Reduto da Patrulha, na baía de Porto Pim, uma das zonas da ilha mais fustigadas pelo Lorenzo.

O Secretário Regional referiu que “o Lorenzo acelerou a degradação da orla costeira” de Porto Pim, sendo, por isso, necessário reajustar o projeto que estava a ser elaborado para a proteção costeira daquele local.

“O impacto do Lorenzo levou-nos a repensar a obra que estava projetada”, disse, salientando que “serão realizadas duas grandes intervenções distintas, uma de proteção do património edificado e outra de proteção marítima”.

No que respeita à proteção marítima, o governante referiu que estão a ser trabalhadas diferentes soluções técnicas, considerando a importância de acautelar o património natural da baía de Porto Pim.

“Esta é uma paisagem única e, por isso, temos de ter muito cuidado com o tipo de intervenção que vamos fazer”, vincou.

As obras de proteção do edificado histórico deverão arrancar ainda este ano, com uma duração de 18 meses, sendo que, como advertiu Gui Menezes, “será difícil executar estas obras de forma linear porque são obras marítimas e que requerem bom tempo”.

Fonte: GaCS

1 Comentário neste artigo

  1. Dava jeito, em vez de darem jeitos, que se lembrassem do Porto de PESCA da Ribeira Quente, um pontão a sul/sudoeste para proteger melhor este Porto.

    Responder

Leave a Reply Cancelar resposta