Social
Fausto Brito e Abreu apresentou à Comissão Europeia prioridades do Governo dos Açores para as pescas

Fausto Brito e Abreu apresentou à Comissão Europeia prioridades do Governo dos Açores para as pescas

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia reuniu-se, em Bruxelas, com a Diretora Geral dos Assuntos do Mar e das Pescas da Comissão Europeia (DG MARE), Lowri Evans, com quem analisou as políticas do Governo dos Açores para o setor das pescas.

Durante o encontro, em que também participaram dois diretores de departamento da DG MARE, Fausto Brito e Abreu expressou as “preocupações do Governo dos Açores relativamente a questões como as quotas de pesca, em particular a do goraz”, tendo também analisado “medidas que minimizem na Região o impacto socioeconómico das reduções de quotas” aprovadas recentemente pelo Conselho das Pescas da União Europeia.

O Secretário Regional deu a conhecer à Comissão Europeia alguns planos do Executivo para o próximo ano, designadamente no que respeita à promoção de aquacultura, ao desenvolvimento de áreas marinhas protegidas, promovidas pelos próprios pescadores, à formação de pescadores e ao aumento da fiscalização nas pescas.

“Discutimos a mobilização de fundos do próximo Quadro Comunitário de Apoio para promover formas de suplementar o rendimento dos pescadores através de atividades como a pesca-turismo e a aquacultura”, afirmou Fausto Brito e Abreu.

A Diretora Geral Lowri Evans assinalou o potencial que o Eixo Prioritário 4 do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas pode ter para aumentar os rendimentos das comunidades piscatórias e diversificar as atividades deste setor.

Nesta deslocação a Bruxelas, além da reunião com a DG MARE, o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia também se encontrou com os eurodeputados Ricardo Serrão Santos e Sofia Ribeiro e com conselheiros da Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia.

Fausto Brito e Abreu apresentou ainda “as medidas previstas para 2015 referentes à proteção da orla costeira contra fenómenos meteorológicos extremos” num encontro com o Diretor do Departamento de Adaptação e Tecnologias de Baixo-Carbono da Direcção‐Geral de Ação Climática da Comissão Europeia, Humberto Rosa.

Fonte: GaCS

Deixe um Comentário