Social
Comissão Europeia dá luz verde a projeto de 20 milhões de euros para as alterações climáticas nos Açores

Comissão Europeia dá luz verde a projeto de 20 milhões de euros para as alterações climáticas nos Açores

A Comissão Europeia comunicou hoje ao Governo dos Açores a disponibilidade para, no âmbito do processo de revisão em curso, aprovar um financiamento europeu de 11,9 milhões de euros, através do Programa para o Ambiente e a Ação Climática (LIFE), para o projeto integrado LIFE IP CLIMAZ – Programa Regional para as Alterações Climáticas nos Açores, o que corresponde a um investimento global de cerca de 19,8 milhões de euros, a iniciar já no princípio de 2021 e com execução prevista para a próxima década.

O projeto LIFE IP CLIMAZ, cuja versão final será consolidada nos próximos dias, vai desenvolver um conjunto de ações no âmbito da implementação do Programa Regional para as Alterações Climáticas (PRAC), encarando os desafios da mitigação e da adaptação às alterações climáticas como uma oportunidade para os Açores.

Neste contexto, o projeto propõe-se a dinamizar a reconfiguração tecnológica, assegurando a competitividade e a sustentabilidade em setores críticos, como os recursos hídricos, as florestas, a agricultura e a energia, incluindo as tecnologias verdes, bem como equacionar questões fundamentais de segurança alimentar e energética, de salvaguarda de pessoas e bens, de utilização dos solos e de mobilidade.

O projeto LIFE IP CLIMAZ envolve um amplo conjunto de parceiros, tendo como coordenador a Direção Regional do Ambiente, e integra ainda as direções regionais da Energia, dos Recursos Florestais e dos Assuntos do Mar, as câmaras municipais da Horta e de Vila Franca do Campo, a Cooperativa União Agrícola, a EDA – Eletricidade dos Açores, S.A. e a Sociedade de Gestão e Conservação da Natureza – AZORINA, S.A.

O Governo dos Açores tem atualmente em execução três projetos LIFE nas áreas da conservação da natureza, o LIFE IP Azores Natura, o LIFE VIDALIA e o LIFE BEETLES, que correspondem a um investimento global de cerca de 22,7 milhões de euros.

Recentemente, a Comissão Europeia aprovou a nota de síntese relativa ao projeto LIFE SNAILS, que contempla um investimento de dois milhões de euros para a conservação de um grupo de moluscos endémicos da ilha de Santa Maria.

1 Comentário neste artigo

  1. blank
    Maria Francisca Wheeler

    Desde há muito que me preocupo com o escoamento de solo arável que regularmente se verifica na ilha do Faial, sempre que haja uma noite de chuva intensa. Basta visitar a praia da Praia do Almoxarife na manhã do dia seguinte. Durante a noite, uma grande extensão da água do mar torna-se castanha e suja. Mas enquanto que o mar volta ao azul em poucos dias o mesmo não acontece ao terreno. Leva muitos anos a criar “top soil” como o que se está a perder continuamente.
    A meu ver, seria importante fazer um estudo, com plano de ação, com vista a reduzir o arrastamento de terra para o mar e de encontrar maneiras de fixar as águas nas partes altas da ilha.

    Responder

Deixe um Comentário