Social
FundoPesca começou a ser pago aos pescadores dos Açores

FundoPesca começou a ser pago aos pescadores dos Açores

O presidente da Federação das Pescas dos Açores, José António Fernandes, revelou que o FundoPesca, apoio concedido aos pescadores açorianos com quebra de rendimentos e por situações de mau tempo, já começou a ser pago.

“Já hoje, provavelmente, serão pagas algumas das verbas”, disse José António Fernandes, acrescentando que “o assunto vai ser resolvido e que nos próximos dias fica tudo pago”.

Para o presidente da Federação das Pescas dos Açores o dinheiro chega às contas dos beneficiários numa excelente altura, dado que “existem pescadores que estão a atravessar problemas financeiros gravíssimos”.

“Toda a gente que vive e trabalha nos Açores sabe que este tem sido um dos piores invernos de há uns anos a esta parte. Tínhamos um problema de dificuldades de capturas que se vinha arrastando desde o fim de 2012 e isso tudo conjugado trouxe-nos problemas graves, já que os pescadores são sempre os últimos da lista e são os que passam mais dificuldades”, admitiu José António Fernandes.

Para este responsável, mais do que receber a verba de apoio, seria preferencial “ter condições para trabalhar”.

O que “convinha à pesca dos Açores não eram apoios financeiros, eram condições e mercados para que pudéssemos pescar, vender e que os pescadores pudessem viver bem sem apoios. Claro que isso é quase impossível e, por isso, todos os anos solicitamos essas verbas ao Governo, que estão contempladas na lei e, portanto, têm ser atribuídas aos pescadores quando é chegada a altura”, disse.

Apesar do presidente da Federação das Pescas dos Açores não saber precisar ainda quantos pescadores vão receber o FundoPesca, adiantou que cerca de 1.800 fizeram a sua candidatura, sendo que “existem sempre alguns que não reúnem as condições para receber o apoio”.

Fonte: AçorianoOriental

6 Comentários neste artigo

  1. blank
    DESCONTENTE

    Se nos descontamos para receber o ordenado minimo porque não nos dam o nosso devido valor? Cada um derije o seu valor da maneira que entender melhor consuante as suas nessecidades mas eu nem UM CENTIMO ARRECEBI ainda e ponho por duvidas em arreceber««««

    Responder
  2. blank
    Jovem pescador

    Nem 254 nem 190 euros resolve o problema das pescas… isto é areia atirada aos olhos de quem todos os dias arrisca a vida!

    Responder
  3. blank
    Pescador Preocupado

    na terceira pelo menos alguma grande meioria dos pescadores nao receberam os 254 euros prometidos, mas sim 190 tal como eu recebi so gostaria de saber por onda o resto….

    Responder
  4. blank
    Jovem pescador

    so nos deram metade do ordenado minimo porque podia vir mais mau tempo… agora que ele tá a porta vamos ver se nos dao o resto que nos roubaram…
    se é perciso um inverno pior do que este para o fundo de pesca ser ativado por inteiro só se passar um furacão pelos açores todos os dia…
    que seja feita JUSTIÇA

    Responder
  5. blank
    Falta de dinheiro

    Seria o ideal e mais que merecido com este tempo não se ganha um escudo não é malandragem é querer e não poder.
    Ao contrario dos que chega ao fim do mês e cai o dinheiro na conta os pescadores com este tempo não têm para o pão.
    Não é vergonha admitir não se pode esconder a verdade….

    Responder
  6. blank
    Pescador Preocupado

    “presidente da Federação das Pescas dos Açores o dinheiro chega às contas dos beneficiários numa excelente altura, dado que “existem pescadores que estão a atravessar problemas financeiros gravíssimos”. E agora digam-me com este dinheiro que estao a dar as dificuldades só serao apenas difarçadas pois vem ai mais mau tempo, julgo que o ordenado minimo seria o ideal, veremos…

    Responder

Deixe um Comentário