Social
Mais de 55 inscritos para a campanha Limpa (A) Fundo que se realiza este sábado, 6 de dezembro

Mais de 55 inscritos para a campanha Limpa (A) Fundo que se realiza este sábado, 6 de dezembro

Terminam esta quinta-feira, dia 04, as inscrições (carladamaso@oma.pt ou telefone: 292 292 140) para a Campanha Limpa (A) Fundo 2014, que vai realizar-se no próximo sábado, dia 06, com início pelas 10 horas. Esta é uma iniciativa conjunta do Observatório do Mar dos Açores (OMA) e da Associação de Produtores de Espécies Demersais dos Açores (APEDA) à semelhança do que tem sido promovido nos últimos anos.

Até a esta terça-feira de manhã, dia 02, Carla Dâmaso do OMA, já tinha recebido 55 inscrições para as equipas de mergulho e de terra. No entanto, são aguardadas ainda algumas confirmações de pessoas que estavam inscritas para a primeira data de realização desta Campanha, que era 15 de Novembro, no âmbito das Comemorações do Dia Nacional do Mar. A acrescentar a esta lista de voluntários, há ainda os atletas do Clube Naval da Horta (CNH), os quais têm vindo a ser mobilizados para esta iniciativa de carácter ambiental.

Esta acção de limpeza subaquática do Porto da Horta (em frente ao Clube Naval da Horta), que teve de ser adiada devido às condições atmosféricas inadequadas, conta com a colaboração do Clube Naval da Horta, Marinha, através da Capitania do Porto da Horta, Portos dos Açores, S.A., Marina da Horta, IMAR/DOP-UAç, Lotaçor, Câmara Municipal da Horta, Governos dos Açores (Parque Natural do Faial e DRAM), ABAE, Cruz Vermelha, Norberto Diver, Central Sub, DiveAzores, OceanEye, SeaExpert, No More Plastic Bags for the Azores (NMPBA), FishPics e Flying Sharks.

O CNH disponibilizará a grua para pesagem do lixo, bem como as cintas para pendurar os contentores e caixas para pesagem; fará a marcação da área a limpar com 2 bóias (200m2); cederá um espaço para servir o lanche que será oferecido aos voluntários assim como a embarcação de apoio.

Este evento assume um cariz de sensibilização ambiental sem fins lucrativos, pelo que todas as entidades aderentes o fazem de forma voluntária.

Fonte: CNH

Deixe um Comentário