Social
Pescadores e armadores dos Açores criticam novo corte na quota do atum patudo

Pescadores e armadores dos Açores criticam novo corte na quota do atum patudo

Os pescadores dos Açores acusam a União Europeia de só se preocupar com as grandes frotas de pesca de atum, não tendo nenhuma politica consertada para as suas regiões ultraperiféricas.

Na próxima safra, os pescadores açorianos vão perder 25 por cento da sua quota de atum Patudo, uma redução que se verifica em todo o Atlântico Norte.

A decisão foi tomada pela ICATT,  a comissão internacional para a conservação de tunídeos, que reuniu em Malta.

A Federação das Pescas dos Açores contesta esta decisão.

A redução de 800 toneladas na pesca de patudo indigna pescadores e armadores dos Açores que lamentam que a Comissão Europeia seja insensível aos métodos tradicionais de pesca utilizados no arquipélago.

Fonte: Antena 1 Açores

Deixe um Comentário