Social
Mais de uma centena de baleias morrem encalhadas numa praia na Austrália

Mais de uma centena de baleias morrem encalhadas numa praia na Austrália

Equipas de resgate, com mais de 100 voluntários, estiveram no local a tentar salvar os animais que ainda estavam vivos.

Mais de uma centena de baleias-piloto deram à costa, na madrugada desta sexta-feira, numa praia no Sudeste da Austrália. Das cerca de 150 baleias que encalharam na praia, apenas seis terão sobrevivido e regressado ao mar, de acordo com informações divulgadas pelo Departamento de Biodiversidade e Conservação da região na rede social Twitter.

Voluntários, especialistas e autoridades competentes foram mobilizados para o local para tentar salvar os animais sobreviventes. As baleias-piloto foram avistadas por um pescador na baía de Hamelin, a 315 quilómetros a sul de Perth, de acordo com a estação televisiva BBC. Quando as equipas de resgate chegaram à praia, cerca de metade das baleias já estavam mortas, tendo vindo as restantes a morrer ao longo do tempo, segundo as autoridades australianas.

“A força dos animais e as condições meteorológicas ventosas e possivelmente húmidas vão afectar o momento e o lugar em que tentaremos movê-los para o mar”, disse Jeremy Chick, do Departamento de Biodiversidade e Conservação da região, citado pela BBC.

Os animais, da espécie baleia-piloto-de-aleta-curta, também conhecida como baleia-piloto-de-peitorais-curtos, podem medir até cinco metros e habitam em água tropicais e subtropicais. Estas baleias costumam andar em grandes grupos, pelo que o vir dar à praia “em massa” se poderá justificar por este facto. No entanto, as circunstâncias pelas quais as cerca de 150 baleias deram à costa ainda não são conhecidas.

Especialistas afirmam, segundo a BBC, que as baleias podem encalhar nas praias quando estão doentes, feridas ou cometem erros de navegação;  os animais que dão à costa, por vezes, emitem sinais de socorro sonoros que podem atrair outras baleias.

As autoridades encerraram a praia e emitiram ainda um alerta para a presença de tubarões, avisando as pessoas para se manterem longe da área. Na Austrália Ocidental, ocasionalmente ocorrem ataques de tubarão fatais para os humanos.“É possível que a morte dos animais actue como um motivo de atracção que pode levar os tubarões a aproximarem-se da costa”, afirmou o Departamento de Pesca do Estado, em comunicado citado pela BBC.

Cerca de 320 baleias-piloto ficaram encalhadas na baía de Hamelin, em 1996, naquele que foi considerado o maior acidente no local.

Fonte: Público

Deixe um Comentário