Social
MAR AÇORIANO: Ilha Graciosa

MAR AÇORIANO: Ilha Graciosa

Tal como temos vindo a referir um dos grandes problemas, senão o maior, que o sector das pescas enfrenta actualmente é, sem dúvida alguma, o grande aumento do esforço de pesca que aconteceu nos anos mais recentes. Se melhoraram substancialmente as condições de navegabilidade, de habitabilidade e de conservação do pescado a bordo das embarcações, do mesmo modo os portos, entrepostos frigoríficos e as condições da primeira venda em Lota vieram contribuir para a valorização de espécies, como seja o Goraz, o Pargo, o Mero, o Cherne, etc, etc. Em finais dos anos 80 e durante a década de 90, junto à costa da Ilha Graciosa a profundidades entre as 30 e as 60 braças*, utilizando como aparelho de pesca linhas de mão, era frequente, por viagem (de 1 a 3 dias), pescar-se cerca de 1 tonelada de Goraz e Pargo, e por vezes mais. Naquele tempo, na Graciosa, havia dois ou três barcos cabinados e uns poucos mais de boca aberta, que operavam a partir do Porto da Praia, de Santa Cruz e da Folga. Mais recentemente, a título de exemplo, no ano de 2002 a frota de pesca desta Ilha, no seu conjunto, pescou 18.014 toneladas, no valor de 190.071 €. Com a construção do porto de pesca e a posterior renovação da frota, no ano de 2007 (o melhor de todos) pescou-se 127 toneladas, no valor de 1.190.666 €. Todavia, a relativa abundância não suportou o enorme esforço de pesca exercido a qualquer distância da costa e, em 2010, as capturas, na sua totalidade, não foram além das 82 toneladas, no valor de 596.703 €. É importante referir estes números, que demonstram bem o estado de sobre exploração a que se chegou, sem qualquer medida efectiva de controle da actividade da pesca na Ilha Graciosa. Aliás, é na Ilha Branca que se realizam anualmente eventos relacionados com as actividades marítimo-turística, que em muito contribuem para a economia da Ilha. Não se pode admitir que algumas embarcações de pesca, utilizando palangre de fundo, exerçam com tais aparelhos actividade em zonas proibidas, delapidando um bem que devia ser de todos, nomeadamente das empresas que exercem o mergulho. Lá está o porto de pescas e de outras actividades, obra do actual Governo Regional que com toda justiça devemos enaltecer e que contribui para a boa operacionalidade das muitas embarcações de boca aberta, semi-cabinadas e de outras de maior porte que alteraram radicalmente a pesca na Ilha Branca. Passados treze anos voltamos a Ilha Graciosa, aos mesmos lugares, com os mesmos aparelhos (linhas de mão), em três dias pescou-se 102 Kg (Goraz, Peixão e Pargo) o que mostra de forma clara o actual estado lastimável de sobre exploração a que se chegou. E agora? Temos o porto, temos 38 embarcações de pesca registadas na Ilha, mais as que vem de fora, mas o peixe, tal como o cometa que avistamos numa madrugada límpida, foi-se! E agora? Agora sim, aí está o problema: como pagar as embarcações e outros investimentos se o que se pesca mal dá para as despesas, estas sim continuam imensuravelmente a subir? E por lá não “andaram” as embarcações de grande porte com companhas exteriores à Região …

* braça = 1,82 m

Genuino Madruga
www.genuinomadruga.com

29 Comentários neste artigo

  1. observer

    caro sr AINDA PASMADO por enquanto ainda nao foi proibido palangrar ao luar,mas caso o sr pamplona por aqui passe talvez fique com mais uma ideia, pois ideias ele tem bastantas.ja agora aproveito para relenbrar vossa excelencia que ainda nao respondeu ao sr pereira.

    Responder
  2. AINDA PASMADO

    bem eu até que gosto da maneira que vós pensáis,bem eu gostava que todos aqueles que vivem da pesca saibão, guardar o que não é para se tocar, há muita boa jente que gosta de panlangrar ao luar,é aqui que avia de aver severas puniçois,com digo estes enfratores são so vistos por nós e não pelas autoridades competentes.algo de mal esta aqui ou é para ser mesmo assim!!!!!!!!!

    Responder
  3. MUITO BEM SR. NORTE VEJO QUE ESTÁ ATENTO AOS MEUS COMENTÁRIOS..QUANTO AO SR. AINDA PASMADO FICO MAIS TRANQUILO ASSIM PORQUE NÃO TEM A CERTEZA DE QUE NÃO HÁ GORAZ NO CONDOR APENAS PENSA NÃO HAVER…ESPEREMOS QUE ESTEJA ENGANADO E DALI POSSA SURGIR UM VIVEIRO PARA O FUTURO ….É QUE HOJE JUNTO À COSTA PARA APANHAR UM GORAZ É PRECISO MUITA SORTE…

    Responder
  4. Sr. Pereira deve estar no mesmo dicionário que DEMOSTRAR.

    Responder
  5. AINDA PASMADO

    talvez há agora já que esta resguardado mas creio que mal fescalizado,compreende

    Responder
  6. JÁ PESQUISEI IRÓIS E NÃO CONSIGO ENCONTRAR NO DICIONÁRIO DEFINIÇÃO PARA ESTA PALAVRA…IMPORTA-SE DE DIZER O QUE SIGNIFICA SR AINDA PASMADO? E JÁ AGORA RESPONDA-ME COMO SABE QUE NÃO HÁ GORAZ NO BANCO CONDOR.

    Responder
  7. AINDA PASMADO

    linguas dessas ja vi muitas, deu para perceber que vós são todos iróis

    Responder
  8. Por aquilo que ouço dizer por ai, agora é que está a dar no Banco Condor, eles entenda-se (Gorazes)estão a se comer uns aos outros!!!!.

    Responder
  9. COMO É QUE O MEU AMIGO AINDA PASMADO SABE QUE NÃO HÁ GORAZ NO BANCO CONDOR?

    Responder
  10. AINDA PASMADO

    todos tem o direito de ter a sua opinião,a sua é igual á minha e de muitos outros pescadores.amigo se fosse só isso e o resto das especies,lembre-se que nas outra ilhas tambem não o á se quer encontrar algum goraz tem que andar 60 a 70 milhas e alem das 200 braças bancos como açores,princesa alice,condor e outros que voce nem sabe que existem, nestes locais o goraz é so de fotografia, estes bancos estão limpos

    Responder
    • caro amigo AINDA PASMADO se nao pesco no açores ou no princesa e porque nao me convem pois tenho barco sufeciente para la ir e ficar por la uns dias.

      Responder
  11. o sitio que vamos chegar na minha opiniao e simples, o goraz vai acabar e depois vamos todos para o mesmo sitio, morar debaixo da ponte ou na rua da amargura.

    Responder
  12. AINDA PASMADO

    já que há muita mágua da sua parte,quante a isso náo posso fazer náda,quanto a isso náda posso fazer,quando avia guráz mas bastanto náo avia pescadores na graciosa,avia do faial,pico s.jerge,terceira,sáo miguel e santa maria para sua enfurmaçáo,agóra se ácha que chega a todo o lado poeque náo vái e veja chega a algum sitio

    Responder
  13. AINDA PASMADO

    poucas vezes cá venho ler estes comentarios,fico muito triste, vós não sõis homens da pesca´, se são désta maneira não se chega a lado algum meus amigos, sejão homens e não crianças

    Responder
    • Observador

      Sro. AINDA PASMADO, por favor, o Srº. leia com atenção alguns comentários aqui proferidos.
      Mas para o Srº. e para outros que por aqui andam, tão preocupados com os recursos, quem terá (dizimado) o Goraz na Ilha da Graciosa os barcos da linha de mão ou os (terroristas) do trol.
      Quem terá alguma memoria lembrar-se-á das cargas que chegavam à Ilha da Terceira e da ilha do Faial, apanhados por quem?.
      Isto alastrou-se como cogumelos, o que é que foi feito para inverter?
      Sro. AINDA PASMADO, não são os senhores que não chegarão a lado nenhum, os senhores vão chegar a um sítio, o Sro. saberá qual?. Não fique triste, tem é que vir cá mais vezes dizer o que lhe vai na alma, o que o preocupa, assim vocês chegaram a algum sítio. Mas o problema não será dos senhores mas sim de quem vai ao leme desta (Nau Catrineta), que não sabe para onde fica o Norte.

      Responder
  14. EU PRÓPRIO ESTOU SUPREENDIDO COMIGO…..ACERTEI QUE O MEU AMIGO JOSÉ APERTA O LAÇO É POLITICO,..HOJE VOU SEM DUVIDA JOGAR NO EUROMILHÕES, MAS QUANDO ME DIZ QUE” A POLITICA NÃO VALE NADA, MAIS VALE UMA ATITUDE DO QUE MIL PALAVRAS”..DOU-LHE OS MEUS PARABENS PORQUE NUNCA CONHECI NENHUM POLITICO ASSIM E CONHEÇO ALGUNS DE VISTA……….E ESSES SEMPRE MAIS CEDO OU MAIS TARDE VIERAM DEMOSTRAR QUE ESTÃO NA POLITICA É PARA MAMAR.

    Responder
  15. O SR.JOSÉ APERTA O LAÇO JÁ FEZ ALGUMA COISA PARA RESOLVER ESTES PROBLEMAS RELACIONADOS COM A FALTA DE FISCALIZAÇÃO, DE CERTEZA PARA FALAR ASSIM OU ENTÃO É CANDIDATO DE ALGUM PARTIDO E ESTÁ CHEIO DE IDEIAS REVOLUCIONÁRIAS, PELA SUA FORMA DE FALAR APOSTO QUE É BLOQUISTA..OU ENTÃO UM SAUDOSISTA MILITANTE DO PARTIDO DE LENIM…….

    Responder
    • josé aperta o laço

      Sr. PEREIRA, vossa Exª. Surpreende-me a cada comentário, mas a sua bola de cristal desta vez terá que ajustada (não está a funcionar bem), sou Político mas não no activo, mas não deixo de ter ideias e de pensar e ver este sector ser gerido por vaqueiros e incompetentes.
      Para sua informação sou daqueles que a politica não vale nada, mais vale uma atitude do que mil palavras.
      Atitudes vou apreciando algumas boas, de cidadãos querentes e com bom censo, mas o LIXO da GALÁXIA é ASTRONÓMICO.

      Responder
  16. RRRRRRRR….ZZZZZZZZZZZZZ……..RRRRRRRRRRRR……….ZZZZZZZZZZZZZ…………..RRRRRRR……….ZZZZZZZ……….

    Responder
    • josé aperta o laço

      Toda a razão Srº PEREIRA, como é bom verificar que está de volta ao seu melhor nível.
      Pois alguns só sabem fazer RRRRRRuido e ZZZZZZumbidos, mas quando é chegada a (hora) altura de fazer algo, RRRRRRabo entre pernas e ZZZZZZipa, pernas para quem vos quer.

      Responder
  17. Desgoverno

    Meus senhores acho que vêm dias ainda mais dificeis para os homens do mar. O problema é que não podem reclamar porque estão todos amarrados ao senhor Pamb. se reclamarem sabem o que acontecem cuidado.

    Responder
  18. rato da doca

    natureza quando nao houver nao há

    Responder
  19. 6 ou + tanto faz

    3/6/9/12 milhas tanto faz! quem fiscaliza?

    Responder
  20. rato da doca

    senhor pamplona e que tem culpa disso . Anda ao sabor da mare faz a lei das 6 milhas e depois passa liçencas especiais para 3 milhas , para ganhar votos .

    Responder
  21. AINDA PASMADO

    QUAL LEI das 3 milhas ,sim lei das 6, esta é a lei que que entrou em vigor,quem se dis que manda ou governa meteu uma lei de auturizações para as 3 milhas,sendo assim os abuzadores largão o palangre nas 2 milhas com a desculpa de ser as correntes de as levár, é ai está a burla das 3 milhas

    Responder
  22. ele tem tudo para resolver o problema…..

    Responder
    • ProPasmado

      “piratas da terceira e de S. Miguel” isso quer dizer que so os pescadores da terceira e s.miguel e que exercem esforço de pesca! enquanto os pescadores das restantes ilhas so vao para o mar apanhar peixe com a medida nao apanham abundançia para nao acabar com o peixe, nao fogem a lota, etc..etc.. olhe la nao me venha ca com tretas todos precisamos de ganhar o pao nosso de cada dia, se algo esta mal e na lei, pois inventar leis todos inventam cumprir e fiscalizar e que nem pensar.

      Responder
  23. O problema´pelos vistos é crónico mas os pescadores não se impõe porque estão presos por um “politico” que com inteligencia fez todos ficarem dependente dele. Mais fiscalização, IRP, Policia Maritima e GNR, em que a IRP aplique multas pesadas e cortem nos subsidios de gasoleo e poseimas, esse esforço de pesca é logo reduzido porque começa-se a respeitar o tamanho do goraz,e a respeitas as 3 milhas…temos mas é um secretario frouxo que tem medo desses piratas da terceira e de S. Miguel

    Responder

Deixe um Comentário