Social
Portugal e Angola vão promover plano de ação para o setor das pescas

Portugal e Angola vão promover plano de ação para o setor das pescas

Angola é o segundo maior mercado de exportação dos produtos de pesca portugueses e o maior a nível extra comunitário.

Portugal e Angola vão desenvolver um plano de ação para o setor das pescas centrado na investigação, formação e abertura de oportunidades para as empresas portuguesas, disse à Lusa o secretário de Estado dos Assuntos do Mar.

Manuel Pinto de Abreu, que falou a partir de Luanda, foi o convidado de honra da primeira edição da Feira Internacional de Pescas e Aquicultura de Angola, que se realizou entre quinta-feira e domingo na capital angolana. Pinto de Abreu aproveitou a iniciativa para apresentar empresas e entidades portuguesas e explorar oportunidades de cooperação.

“A participação nesta feira e o convite que nos foi dirigido é muito significativo e mostra realmente que há vontade de cooperar connosco”, salientou o secretário de Estado, acrescentando que Angola é o segundo maior mercado de exportação dos produtos de pesca portugueses e o maior a nível extra comunitário. Segundo o governante, o plano de ação deve ser concretizado já no início do próximo ano.

No que diz respeito às oportunidades empresariais, Pinto de Abreu assegura que o objetivo é fazer com que as empresas portuguesas não se limitem a ter atividade comercial em Angola e consigam instalar capacidade produtiva. No caso das conservas, por exemplo, os produtos já estão disponíveis, mas a presença ainda não é significativa. “O objetivo é aumentar a quantidade exportada para que os produtos cheguem a todos os pontos de Angola.

Na feira estiveram presentes entidades oficiais, bem como sete empresas portuguesas, da área da construção naval, transformação de pescado e conservas.

Fonte: Observador

Deixe um Comentário