Social
Estação Costeira Porto de Abrigo entre 2010 e 2012 praticamente triplicou o número de pedidos de apoio

Estação Costeira Porto de Abrigo entre 2010 e 2012 praticamente triplicou o número de pedidos de apoio

A Estação Costeira Porto de Abrigo durante o ano de 2012 atendeu a 2894 pedidos de apoio, registando um aumento dos atendimentos relativamente ao ano de 2011. No ano anterior o número de atendimentos foi de
2403 pelo que se verificou um aumento de 22%, mas, relativamente ao ano de 2010, praticamente triplica o número de atendimentos.

[singlepic id=805 w=320 h=240 float=]

A Porto de Abrigo refere a importância da cooperação com o Comando da Zona Marítima dos Açores, particularmente com o Centro de Busca e Salvamento dos Açores, sublinhando que a natureza dos serviços prestados pela Estação é pedagógica e preventiva, no que diz respeito à segurança dos marítimos e das embarcações. Os Serviços de Busca e Salvamento da Marinha (MRCC-Delgada) constitui uma atividade de emergência, de salvaguarda da vida humana no mar de grande importância, só realizável pelos competentes órgãos da Marinha. Grande parte do apoio prestado pela Estação responde a pedidos em situações de avarias, por necessidades urgentes do estabelecimento de ligação entre tripulantes e familiares ou, inversamente, pela necessidade de contacto dos familiares com os marítimos, acentuando-se os pedidos de apoio nos períodos que antecedem grandes tempestades, nomeadamente os de natureza meteorológica. Significativamente os contactos aumentaram nos períodos que antecederam as duas tempestades tropicais “Gordon” e “Nadine” :em Setembro foram solicitados 307 pedidos de contactos para informação e apoio. O número de embarcações não registadas na pesca profissional foi de 50 (2010) passando para 123 (2011) 218 em 2012, o que corresponde à quadruplicação dos atendimentos. Sublinha-se que esta situação se deve ao aumento da cooperação entre a Porto de Abrigo e associações da pesca desportiva e da náutica de recreio, com celebração de acordos de cooperação.

2 Comentários neste artigo

  1. blank
    josé aperta o laço

    Esta, estação de comunicações “conhecida por Porto de Abrigo” tem vindo a se impor cada vez mais no meio das comunicações marítimas entre o mar e vice-versa.
    Mas esta implementação tem-se notado mais desde que a Estação Radio Naval da Horta deixou de prestar o serviço de utilidade publica a que estava obrigada por vontade de alguns de alguns “senhores bem conhecidos” que deveriam ter vergonha do serviço então prestado e que ao longo deste tempo todo veio a ser prestado. Fechou hoje muito bem não faz falta nenhuma.
    Por outro lado a estação Porto de Abrigo tem vindo a cimentar cada vez mais os seus serviços, não sei de quem foi a ideia mas foi uma excelente ideia o facto desta ter passado a transmitir os boletins meteorológicos veio trazer-lhe mais responsabilidade mas uma maior audição e reconhecimento do serviço prestado quer queiram ou não. Este serviço é algo de muito importante para quem utiliza o mar como local de trabalho.
    Já agora quem é que na hora da transmissão da metrologia não passa ao canal “x”?, pode haver o telefone satélite, telemóveis e outros mas estando alguém do lado de lá é outra coisa.
    Boas Pescarias

    Responder
  2. blank
    "ALVES"

    o melhor investimento dos últimos anos sem sombra de duvida foi a estação porto de abrigo, também aproveito e venho por este meio agradecer ao srº Manuel brilhante pelo exemplar serviço prestado a todos os marítimos, e que continue assim por muitos e longos anos.

    Responder

Deixe um Comentário