Social
Governo dos Açores cria grupo de trabalho com vista a melhorar rendimento dos profissionais da Pesca

Governo dos Açores cria grupo de trabalho com vista a melhorar rendimento dos profissionais da Pesca

O Governo dos Açores criou um grupo de trabalho que vai delinear medidas estruturais que permitam uma reestruturação das Pescas, com vista a melhorar os rendimentos dos profissionais do setor e adequar o esforço de pesca aos recursos disponíveis na Região.

A constituição deste grupo de trabalho foi anunciada pelo Presidente do Governo dos Açores, no final de fevereiro, após ter recebido a Federação das Pescas dos Açores.

Na ocasião, Vasco Cordeiro adiantou que, para além das medidas conjunturais adotadas, seria necessária uma intervenção mais estrutural para poder melhorar a situação dos rendimentos dos profissionais deste setor, tendo o Governo dos Açores decidido a constituição deste grupo de trabalho para delinear uma solução que permita uma reestruturação do setor.

Esta nova medida de reestruturação, que não será centrada no aumento do esforço de pesca, passa pela concretização de uma espécie de resgate que possa acautelar as necessidades de rendimento e de sustentabilidade, garantindo melhores condições para desenvolver a sua atividade.

O despacho assinado por Vasco Cordeiro refere que o setor das Pescas apresenta, atualmente, a necessidade de uma intervenção estrutural que permita melhorar a situação dos rendimentos dos profissionais do setor e adequar o esforço de pesca aos recursos marinhos disponíveis.

Nesse sentido, o Governo dos Açores decidiu a constituição deste grupo de trabalho, que integra, além de elementos do Executivo, representantes do setor das Pescas da Região e da Universidade dos Açores.

Este grupo de trabalho é constituído pelo Diretor Regional das Pescas, Luís Costa, dois representantes da Lotaçor, Rúben Farias e Luís Rodrigues, dois representantes da Federação das Pescas dos Açores, Gualberto Rita e Lázaro Silva, o investigador do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, Gui Menezes, e uma personalidade de reconhecido mérito no setor, Genuíno Madruga.

Foto: Juan Pedro Ruíz

Fonte: GaCS

6 Comentários neste artigo

  1. blank
    José Pereira

    Meus senhores, Boa noite, é com enorme prazer que me dirijo a todos voz.
    Depois de ter lido o nome dos elementos que integram o grupo de trabalho nomeado pelo Governo Regional dos Açores que vai delinear medidas estruturais que permitam uma reestruturação das Pescas, com vista a melhorar os rendimentos dos profissionais do setor e adequar o esforço de pesca aos recursos disponíveis na Região.
    Depois de ter analisado o curriculumvite destes Senhores na área das pescas fico espantando com tanto conhecimento adquirido ao longo destes anos, começando pela personalidade de reconhecido mérito no setor, Genuíno Madruga.
    Estes ilustres ficariam bem era num grupo nomeado pelo Partido Socialista e não por um grupo nomeado pelo Governo, porque todos eles são socialistas e todos nós sabemos disso, qual será o resultado?.
    Quem sou eu para dar conselhos ao Senhor Presidente do Governo Regional dos Açores, mas daqui não vai sair nada de bom para o futuro das pescas nos Açores, para mais tratando-se de um setor com problemas graves com Ilhas e realidades diferentes umas das outras deveriam estar num grupo destes, pescadores de todas as ilhas assim como todas as Associações representativas da pesca inclusive desportiva e lúdica se querem fazer um trabalho em condições, mas o que se pretende com este tipo de medidas é distrair as atenções das pessoas com medidas destas que não terão qualquer impacto no setor enquanto outras coisas se realizam.
    Lá diz o ditado enquanto os cães ladram a caravana passa. Fiquem bem

    Responder
  2. blank
    ZÉ PESCADOR

    PODEM NÃO RESOLVER O NOSSO PROBLEMA MAS O DELES RESOLVEM DE CERTEZA.

    Responder
  3. blank
    Pescador Preocupado

    só gostei de ouvir o que uma deputada do CDS disse como eu já tinha dito antes quando se soube da cota para os açores o sr secretario devia ter feito as malas e rumar ate Bruxelas e não saia de la ate termos uma cota que nos proporcionar-se condições para ir para o mar assim mesmo com a cota aberta depois de apanhar a m,inha cota o que irei fazer o resto do ano?

    Responder
  4. blank
    TÓ ABISMADO

    HÁ TANTO BURRO A MANDAR EM HOMENS DE INTELIGENCIA QUE ÁS VEZES CHEGO A PENSAR QUE A BURRICE É UMA CIENCIA .TENHO DITO

    Responder
  5. blank
    OLHO ABERTO

    a ver o telejornal o CDS a dar na cabeça dos menimos que não fazem nada pelas pescas nos AÇORES

    Responder
  6. blank

    AGORA SIM UMA VOLTA 360 GRAUS NAS PESCA, FICA TUDO NA MESMA FARINHA DO MESMO SACO PSSSSSSS

    Responder

Deixe um Comentário