Social
O que têm uma uma mulher e uma baleia em comum?

O que têm uma uma mulher e uma baleia em comum?

Ambas passam pela menopausa, são as únicas que atravessam esse fenómeno. Agora, os cientistas descobriram qual é a utilidade evolutiva das fêmeas quando deixam de procriar.

Há um aspeto da espécie feminina que só as mulheres, as baleias piloto de barbatanas curtas e as orcas partilham: a menopausa. Estas espécies são as únicas do mundo animal que ficam privadas de procriar a partir da meia-idade. A notícia foi dada pelo jornal espanhol El País.

Os cientistas consideraram que esta descoberta contraria todas as bases da teoria evolutiva de Darwin. Segundo Darwin, a inaptidão de um ser vivo conduziria à sua eliminação. Ora a transmissão de genes da menopausa tornam apenas o género feminino inapto para a reprodução. Trata-se, contudo, de um fenómeno exclusivo das mulheres e destes cetáceos.

Lauren Brent, Darren Croft e as suas colegas das Universidades de Exeter e de Nova Iorque acreditam ter encontrado a resposta para o mistério. Segundo os dados publicados na Current Biology, as orcas e as baleias piloto de barbatanas curtas tornam-se, após a menopausa, líderes do seu grupo familiar. E influenciam a reprodução e a sobrevivência dos mais novos.

O banquete favorito das baleias é o salmão e a sobrevivência destes mamíferos marinhos depende da abundância de salmão no mar. Conhecer as baleias mais velhas e o ambiente que as rodeia, bem como a sua pertinência para o desenvolvimento da espécie, mesmo depois da menopausa, é crucial para as teorias de Darwin.

Na espécie humana, assume-se que o processo é o mesmo: as avós melhoram as perspetivas de sobrevivência ou de reprodução no seu seio familiar.

Fonte: Observador

Deixe um Comentário